Cursos IDH • Intervenções com Crianças e Adolescentes com Base no Sociopsicodrama

Agenda

  • Aulas: Aulas às sextas-feiras, das 14,30 às 22hs. e aos sábados das 9 às 19 horas – 1 fim de semana por mês.;
  • Início: 1º de setembro de 2017;
  • Duração: 2 anos, finalizando em 31 de agosto de 2019;
  • Certificação: Será conferido o título de Especialista aos alunos com frequência mínima de 75% e aproveitamento adequado.;
  • Investimento: 18 parcelas de R$ 480,00;
    Inscrições até o dia 18 de agosto: R$ 80,00. Depois do dia 18: R$100,00.
  • Inscrições : INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO HUMANO
    Rua Rafael Saadi, 142
    Bairro Menino Deus
    Porto Alegre RS (51) 3332 8525

PORQUE FAZER ESTE CURSO?

Precisamos cada vez mais de especialistas preparados para lidar com os novos desafios. Crianças e adolescentes são vítimas das aceleradas mudanças sociais da pós-modernidade, muitas vezes apresentando dificuldades de desenvolvimento pessoal e de inserção social, sem condições de acompanhar as exigências da realidade do mundo atual. Para lidar com esta demanda, tornam-se necessários profissionais capazes de acompanhar as transformações, sensíveis à importância e à necessidade de construção de novos conhecimentos e novas abordagens.

A teoria criada por Jacob Levy Moreno (1889-1974), o Psicodrama e o Sociopsicodrama, oferece através de sua metodologia - a ação dramática - condições de aprendizagem e desenvolvimento dessas capacidades.

Este curso se propõe a capacitar profissionais, em suas respectivas áreas de atuação, a tornarem-se especialistas em intervenções com crianças e adolescentes, utiizando os recusos da metodologia, teoria e prática psicodramática e ampliando seus recursos para promoção e atenção à saúde das crianças e dos adolescentes inseridos nos contextos: escolar, saúde e hospitalar, sistema judiciário e assistência social.

É bastante focado no ensino, oferecendo aos professores vinculados à rede pública estadual e municipal uma bolsa com 50% de desconto.

topo da página

 
PROGRAMA DO CURSO
Disciplina Ementa
Fundamentos teóricos do psicodrama A visão moreniana do homem e da sociedade. Teoria da Espontaneidade-Criatividade e filosofia do momento como eixo epistemológico moreniano. A relação EU/TU e o Encontro.
Matriz de identidade e teoria dos papéis no desenvolvimento infantil Antropologia psicológica de J.L.Moreno: Espontaneidade/Criatividade, Teoria da Matriz de Identidade, Teoria dos Papéis. O fator Tele e os papéis.
Uma perspectiva construtivista: Moreno e Piaget na contemporaneidade Fundamentos da perspectiva construtivista. Processamentos e tematizações teóricas a partir de casos trazidos pelos alunos. A compreensão da família como um sistema.
Desenvolvimento e aprendizagem. Paralelos entre Montessori e Moreno Reflexão sobre as características das diferentes fases do desenvolvimento humano e a influência destas características no processo de aprendizagem considerando as dimensões afetiva, motora, cognitiva, social e moral e os cenários familiar, escolar e social.
Pedagogia Moreniana - Possibilidades no trabalho com crianças e adolescentes Articulação dos conceitos socionômicos à educação. As Lógicas Afetivas de Conduta e a construção da identidade na criança. A Matriz de Identidade e a percepção do educando. Análise Diagnóstica e Aprendizagem. Um modelo prático de diagnóstico passível de utilização para os trabalhos com as variadas faixas etárias.
A construção da Identidade de Gênero A estruturação da identidade de gênero e suas peculiaridades relativas ao homem e à mulher, considerando elementos explícitos e implícitos nos estímulos formadores oferecidos pela estrutura familiar e sociocultural.
Manejo de dificuldades em diferentes contextos Abordagem de situações desafiadoras no cotidiano das crianças e adolescentes:< /br> - aspectos do desenvolvimento emocional e cognitivo e suas inter-relações com os conflitos emocionais e dificuldades de aprendizagem;< /br> - transtornos mais prevalentes no dia a dia dos atendimentos;< /br> - transtornos de aprendizagem de leitura e escrita.
Intervenções com Arte Utilização de abordagens artísticas nos diferentes contextos como recurso de expressão e comunicação. Como podemos utilizar diferentes recursos plásticos para favorecer o contato consigo mesmo e com o outro e possibilitar uma maior espontaneidade e criatividade das crianças e adolescentes.
Lidando com fantasmas, monstros, medos e inseguranças Estudo do desenvolvimento infantil, refletindo sobre os processos de busca de espontaneidade e criatividade para lidar com as diversas situações que se apresentam neste período. Reflexões sobre como a criança é inserida nos contextos familiares, escolares, sociais e culturais. Descrição e experimentação de métodos de atendimento com crianças com objetivo de facilitar a expressão da individualidade.
A medicalização da infância e da adolescência e as patologias da contemporaneidade O normal e o patológico em psicopatologia. O uso do modelo médico em alguns contextos e suas consequências. A proposta da reforma psiquiátrica no contexto da infância e da adolescência. Repercussões do modelo educacional no funcionamento psíquico infantil e adolescente e suas ressonâncias no diagnóstico clinico: quais as lentes que usamos para observar quem avaliamos?
O sociopsicodrama com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade psicossocial Reflexão teórico-prática sobre situações de vulnerabilidade psicossocial. A Formação de grupos. O Sociodrama e técnicas básicas. Matriz de Identidade e o desenvolvimento afetivo-emocional. Políticas públicas relacionadas à criança e ao adolescente.
A solução de conflitos e a comunicação não-violenta Os princípios fundamentais da teoria e filosofia de vida da Comunicação Não Violenta (CNV). A importância da empatia e da escuta. Os quatro elementos da comunicação não-violenta e os princípios da não violência.
Sociodinâmica e Sociometria da Família – os grupos e as redes Os vínculos na constituição dos grupos. Início, desenvolvimento e finalização dos grupos e fatores determinantes para o seu desenvolvimento saudável. O papel do coordenador no desenvolvimento dos grupos. Diagnóstico e intervenção em grupos.
Teatro espontâneo O método de Teatro Espontâneo de forma teórica, histórica, suas etapas, instrumentos e tipos. O Teatro Espontâneo como forma de expressão e orientação da espontaneidade e criatividade das crianças e adolescentes. Teatro Espontâneo aplicado em diferentes contextos e suas funções nas fases da infância e adolescência.
Jogos Dramáticos Estudo das correlações entre as fases da Matriz da Identidade e os tipos de jogos desenvolvidos no Psicodrama, em um trabalho teórico-prático. Desenvolvimento de uma proposta de classificação de jogos e a aplicabilidade no desenvolvimento da criança e adolescente. Jogos de percepção, de iniciação, improviso e dramático. A teoria de jogos de repetição e de criação.
Metodologia do Trabalho Científico Fundamentos do trabalho científico – artigo científico: características e relações com os demais trabalhos acadêmicos. Escolha do tema (definição individual) do artigo científico. Esquema detalhado/categorizado do texto por etapa (introdução – desenvolvimento – considerações finais). Tipos de pesquisa. Etapas da pesquisa. Elaboração do ante-projeto. Processo de orientação do artigo. Estilo da redação técnico-científica.
Vivências Sociopsicodramáticas Integração dos conteúdos teóricos às experiências profissionais dos alunos, com vistas a uma potencialização da aprendizagem e de suas futuras intervenções.

topo da página